Observamos muitas pessoas se perguntando qual a diferença de diet x light? Qual a vantagem de um e de outro? E os outros alimentos, os orgânicos, os transgênicos, o que são? Os alimentos que fazem bem a saúde, os in natura, o que significa e quais são?

Essas e outras perguntas são recorrentes no dia a dia de qualquer profissional de saúde e em muitos casos os próprios profissionais de saúde não sabem responder, contudo é de fundamental importância que nossos pacientes conheçam o significado de cada um desses alimentos, suas vantagens e desvantagens.

Quando conversamos com alguém obeso, ou um diabético ou outro paciente com qualquer outra patologia, falamos que os mesmos devem dar preferência em consumir os alimentos in natura, integrais, com baixo índice glicêmico entre outros. Mas será que o paciente sabe identificar cada um desses alimentos.  E também quando entramos em um supermercado ou um hortifrúti e nos deparamos com tantos tipos de alimentos, sabemos identificar a diferença entre eles e quais trazem benefícios ou malefícios a nossa saúde?!

Alimento é toda substância ou mistura de substâncias, no estado sólido, líquido, pastoso ou qualquer outra forma adequada, destinadas a fornecer ao organismo humano os elementos normais à sua formação, manutenção e desenvolvimento (ANVISA, 1969).

Agora nos resta conversar sobre os tipos de alimentos e suas vantagens/desvantagens.

 

1) Alimentos Light x Diet x Convencional

  • Alimentos Light – são alimentos com redução mínima de 25% de qualquer de seus elementos, como calorias, açúcar, sal, gordura e carboidrato. Como exemplo temos a maionese light em que há redução de gordura ou caloria e o pão light em que há redução de calorias. Também não há evidência benefícios do uso desses alimentos por indivíduos saudáveis.

Alimentos Light, Diet e Convencional

  •  Alimentos Diet – são alimentos que são usados em dietas de restrição, para determinadas patologias, devendo ter total ausência de determinado elemento ou nutriente. Como exemplo podemos citar alimentos sem fenilalanina para pacientes com fenilcetonúria, alimentos sem glúten para pacientes portadores de doença celíaca, alimentos sem sacarose para pacientes com diabetes e leite desnatado em que é retirada toda a gordura.  Não evidências de benefício do uso desses alimentos em indivíduos saudáveis.

 

  • Alimento Convencional – são alimentos que em sua produção recebem adubos químicos, agrotóxicos, uso de herbicidas em seu manejo e passam por uma série de processos de transformação até chegar ao consumidor.

 

 

2) Alimentos Orgânicos x Agroecológicos x Naturais

  • Alimento Orgânico – são alimentos produzidos sem adubos químicos, sem agrotóxicos, a propriedade rural produtora tem de ser registrada, pagar impostos, tem de ter certificação de orgânico e isso tem um custo. São frutas, hortaliças, grãos, laticínios e carnes produzidos com respeito ao meio ambiente e sem utilizar substâncias que possam colocar em risco a saúde dos produtores e consumidores. Como desvantagem, geralmente são alimentos mais caros, pois apresentam alto custo para serem produzidos;

Alimentos orgânicos

  • Alimento Agroecológico – são alimentos produzidos por pequenos produtores, sem uso de agrotóxicos e fertilizantes químicos, mas não tem certificação de orgânico, mas geralmente fazem parte de associações de produtores agroecológicos.  Talvez dos já mencionados, seja o mais sensato para ser consumido, pois são os que estão mais próximos dos consumidores, principalmente para pessoas que moram no interior, podem até conhecer essas propriedades e sua idoneidade. Esses alimentos são benéficos a nossa saúde e possuem melhor custo benefício em relação aos alimentos orgânicos;

 

  • Alimento Natural ou In Natura – toda verdura, fruta ou legume em sua forma natural independentemente do sistema em que foram produzidos. Esses alimentos trazem muitos benefícios a nossa saúde.

 

 

3) Alimentos Processados

  • Alimentos Minimamente Processados – esses alimentos sofrem modificações mínimas. São higienizados, cortados e embalados. Como exemplo temos verduras e legumes selecionados pela indústria e os grãos secos, polidos ou moídos e leite pasteurizado.

 

  • Alimentos Processados – são alimentos minimamente processados que já sofrem adição de sal e açúcar. Como exemplo temos os alimentos em conserva, queijos e pães.

Alimentos processados

  • Alimentos Ultra processados – são alimentos que sua fabricação passa por diversas etapas, com adição de conservantes, corantes, açúcar e ou sal, aromatizantes entre outros. Como exemplo temos os refrigerantes, os biscoitos recheados, macarrão instantâneo.  Não é recomendado o consumo desses alimentos, pois trazem diversos malefícios a nossa saúde e ainda costumam ter alta concentração calórica, sendo altamente engordativos.

 

 

4) Alimentos Transgênicos e Modificados

  • Alimentos Transgênicos – são aqueles alimentos em que foi introduzido em seus genes um novo gene ou fragmentos de DNA. Ainda não se sabe se podem trazer prejuízos a saúde.

Alimentos transgênicos - geneticamente modificados

  • Alimento Hidropônico – são alimentos cultivados na água, em ambiente artificial e recebem nutrientes artificiais para seu desenvolvimento.

 

  • Alimentos Enriquecidos – são alimentos que recebem nutrientes para aumentar seu valor nutritivo. Como exemplo temos farinhas enriquecidas com ferro e ácido fólico para prevenção de anemia carencial. Outro exemplo clássico e usado em larga escala no Brasil é a adição de iodo ao sal de cozinha para que se evite patologias na tireoide, pois nosso pais é muito pobre em iodo.

 

5) Outros Tipos de Alimentos

  • Alimento Funcional – são alimentos que contêm substâncias benéficas a saúde. Como exemplo temos a linhaça que é rica em fibras, lignanas que são fitos esteróis que diminuem a absorção de colesterol no intestino e ainda contem boa quantidade de ácidos graxos ômega 3 benéfico em diversas circunstâncias em nossa saúde.

Alimentos Funcionais e PANC

  • Alimentos Fonte – são alimentos naturalmente ricos em determinado nutriente e se destacam por isso. Como exemplo temos os laticínios que são ricos em cálcio, as carnes que são ricas em ferro heme e abacate rico em gorduras composta por ácidos graxos monoinsaturados.

 

  • Alimentos PANCs – esse é um novo conceito de alimentos em que significa “Plantas Alimentícias Não Convencionais”. Não são alimentos convencionais, geralmente são plantas nativas encontradas facilmente na natureza. Como exemplo temos o broto de bambu, o maxixe em algumas regiões e muitas outras.

 

 

Conclusão

Após o exposto acima, entendendo o conceito de cada tipo de alimento, podemos chegar à conclusão que os alimentos mais benéficos a nossa saúde e que devemos dar preferência são os in natura, orgânicos ou agroecológicos, alimentos fontes, alimentos funcionais e PANCs.  Sendo que para maior benefício o consumo dos dois últimos deve ser orientado por profissionais capacitados na área.

Estudos mais recentes, vem evidenciando que o grande vilão de nossa alimentação são os açucares e junto com ele, os aromatizantes, corantes, conservantes e muitas outras substâncias.  Portanto, que fique a mensagem principal: evitem ingerir bebidas açucaradas, doces, alimentos processados e ultra processados, pois são eles que podem acabar com sua saúde !!!!

 

Você tem alguma dúvidas sobre tipos de alimentos? FALE COMIGO. Envie uma pergunta através do formulário de contato ou deixe um comentário abaixo.

%d blogueiros gostam disto: